CBMM
Prefeitura
Postado em: 16/03/2022

Cobre orgânico incrementa produtividade de café em 2,3 sacas por hectare

O micronutriente, quando combinado com aminoácidos, potencializa reservas energéticas da planta e favorece o desenvolvimento de frutos e grãos.

 

O verão marca o início da fase de expansão dos frutos do café e produtores devem ficar atentos às necessidades fisiológicas da planta, principalmente em relação ao cobre. Durante a estação mais quente do ano, este elemento é altamente requisitado pelo organismo vegetal. Para suprir as exigências nutricionais da cultura, permitindo que ela absorva quantidades efetivas, uma solução recomendável é o uso de cobre orgânico, ou seja, quelatado com aminoácidos.

 

De acordo o gerente técnico especializado em hortifrúti e café da Alltech Crop Science, Dr. Marcos Revoredo, neste momento, a planta está desenvolvendo seus frutos e seus ramos vegetativos ao mesmo tempo. “O cobre está relacionado à proteção da planta e ao processo de fotossíntese e, portanto, de geração de energia. Por isso, ele é fundamental para que o cafeeiro tenha maior capacidade de desenvolvimento, enchimento dos frutos e formação de grãos”, afirma.

CLIQUE AQUI E FAÇA O DOWNLOAD DA IMAGEM EM ALTA RESOLUÇÃO

Relacionado à proteção da planta, cobre é fundamental para que cafeeiro tenha maior capacidade de desenvolvimento | Crédito: Divulgação/Alltech Crop Science

Experimento realizado pela Fundação Procafé, com soluções biotecnológicas, comprovou que o elemento quelatado com aminoácidos incrementa a produtividade dos grãos em 2,3 sacas por hectare se comparado com a aplicação simples de sais de cobre. “O cobre orgânico é mais efetivo na absorção foliar. Já os aminoácidos auxiliam na redução do estresse fisiológico e no estímulo de desempenhos superiores. Caso contrário, há apenas uma resposta protetiva do cobre, sem a adequada nutrição do plantio”, complementa o especialista.

 

Além de estar relacionado ao processo de fotossíntese e ser um redutor de estresses climáticos e oxidativos, o cobre também participa da respiração vegetal e é um importante ativador de processos fisiológicos. Desta forma, plantas que recebem um bom fornecimento do micronutriente têm maior produtividade. “A aplicação do cobre orgânico gera um grão mais bem formado, maior peso de peneira e menor porcentagem de cafés chochos, o que resulta em uma bebida de melhor qualidade”, explica o gerente técnico.

CLIQUE AQUI E FAÇA O DOWNLOAD DA IMAGEM EM ALTA RESOLUÇÃO

Aplicação do cobre orgânico gera grão mais bem formado e menor porcentagem de cafés chochos | Crédito: Divulgação/Alltech Crop Science

Eficiência do cobre orgânico

 

Ideal para ampliar o aproveitamento do cobre pelo vegetal, o Copper Crop é a dica do engenheiro agrônomo Marcos Revoredo ao produtor que deseja potencializar o desempenho da sua safra. A tecnologia nutricional da Alltech Crop Science é uma solução que combina cobre a aminoácidos de forma orgânica. “O produto auxilia a planta na produção de energia, melhorando seus processos fotossintéticos para a maximização da formação de frutos e grãos. Isso gera uma cultura mais saudável e de maior produtividade”, finaliza.

Sobre a Alltech Crop Science

 

A Alltech Crop Science, divisão agrícola da Alltech, desenvolve soluções naturais para os desafios da agricultura nos principais mercados do mundo. Por meio de produtos com alto valor agregado e tecnologia exclusiva nas linhas de fertilizantes sólidos, nutrição, solo, proteção e performance, auxiliando na sustentabilidade e lucratividade do produtor rural. A Alltech Crop Science do Brasil é formada pela maior fábrica de leveduras do mundo, localizada em São Pedro do Ivaí (PR), pela sede em Maringá (PR) e pela unidade em Uberlândia (MG).

Mais lidas