CBMM
Prefeitura
Postado em: 16/03/2022

Satis fará investimento de R$ 4 milhões em plano de relacionamento com o mercado

 

Um agronegócio forte e saudável começa pelo acesso à informação de qualidade. É pensando desta forma que a empresa Satis, especialista em nutrição vegetal, irá investir mais de R$ 4 milhões em iniciativas de marketing e comunicação ao longo deste ano. Baseado especialmente em ferramentas digitais, com foco no educacional e desmistificação do próprio segmento de nutrição, o conjunto de ações visa o compartilhamento de informações técnicas sobre diferentes culturas para ajudar o produtor rural a obter melhores resultados na lavoura. A estratégia para seguir crescendo acima do mercado integra um volume total de R$ 12 milhões, que envolve aplicações em pesquisas, reforço de equipes e ampliação de estrutura.

 

Entre as primeiras ações previstas na estratégia de comunicação, a empresa realizou já em fevereiro uma série de encontros com orientações para o ganho de excelência no cultivo do café. A série foi transmitida via redes sociais com a participação de técnicos especialistas e influenciadores do setor, discutindo medidas de manejo através de experiências e estudos com foco na qualidade final da bebida. O ápice da programação foi uma webinar, que incluiu a distribuição de e-book organizado pela própria empresa para orientar o produtor como investir neste segmento do mercado cafeeiro.

 

A próxima série de ações digitais está prevista para março, focando a linha de produtos biológicos da empresa mineira sediada em Araxá. Presente em mais de 90% do território nacional, a Satis é referência no desenvolvimento e oferta de soluções em nutrição vegetal, atendendo a demandas específicas de culturas como soja, milho, feijão, algodão e hortifruti, além do café. O robusto investimento em marketing e comunicação para 2022 ainda inclui o aperfeiçoamento de canais internos, anúncios em mídia e conteúdos para equipes de campo.

 

"Queremos aproveitar cada vez mais nossa expertise técnica para promover conhecimento ao mercado, especialmente ao produtor rural. E para isso é necessário investir em ferramentas que tornem ainda mais dinâmica essa troca de experiências, pois também aprendemos ouvindo as demandas do campo", destaca Endrigo Bezerra, CEO da Satis.

 

Além disso, a campanha publicitária "Além da Conta" traz resultados reais de performance das linhas de produtos por cultura, abordando de um jeito prático, com foco no digital e com uma linha criativa disruptiva. "Entendemos que tão importante quanto entregar produtos de altíssima qualidade é, também, o como nos posicionamos e construímos a marca Satis. O mercado agro está passando por um processo de digitalização, com novas abordagens no marketing. A empresa mira essa evolução há tempos e estamos preparados para nos destacar neste cenário", comenta Endrigo Bezerra, CEO da Satis.  

 

Sobre a Satis

Com sede em Araxá (MG), a Satis é especializada em produtos de nutrição vegetal cuja principal característica é proporcionar uma absorção mais rápida para melhorar o rendimento das lavouras. Com soluções da raiz às folhas, seus produtos estão presentes em mais de 90% do território nacional. A empresa trabalha com tecnologia própria para o desenvolvimento de soluções especialmente em lavouras como milho, café, soja, feijão, trigo, arroz, algodão e HF. Esses produtos são formulados com combinações e dosagens diferentes de nutrientes com o objetivo de garantir a saúde da planta, contribuindo para seu ganho de produtividade.

 

 

Nos últimos cinco anos, a Satis intensificou a realização de pesquisas em lavouras de todo o País para entender as principais carências de cada uma das culturas e, desta forma, desenvolver produtos específicos. A estratégia tem dado certo. A empresa com capital 100% nacional registrou neste período crescimento médio de 19% ao ano, chegando a 43% somente em 2020 - desde 2012, a empresa cresceu cinco vezes em faturamento. O desempenho foi atingido a partir de duas frentes: desenvolvimento contínuo de novos produtos diferenciados que atendam às demandas do campo e abertura de novos mercados, a partir da busca de novos parceiros.

Mais lidas